[Sacos]

Deram cabo do país.
Eu cá não sou de intrigas.
Também já andei nisso dos grupos.
Estás uma pessoa crescida!
É preciso ter cuidado com isso.
Essa é que é essa.
Já contaste à tua mãe?
Também já fui assim.
Até me dá nervos falar disto.
Este ao menos já não chateia ninguém.
Antes eu, que não ando cá a fazer nada.
Ninguém diga que está bem.
Não vais daqui sem resposta.
Eles não estão a contar-nos tudo.
As coisas não são assim tão simples.
Nasci para sofrer.
Arranjam sempre desculpas para não trabalhar.
Eu bem sei o que é sofrer dessa doença.
Tu da fama já não te livras.
Sou uma pessoa de bem.
Só estou bem a ajudar os outros.
Estou aqui com o coração nas mãos.
Eu hoje nem era para sair de casa.
Queira Deus que eu esteja enganada.
Tenho aqui um nervo que me apanha a vista toda.
Com certas coisas não se brinca.
No meu tempo havia respeito.
Se eu contasse tudo o que sei...
Só tenho arrelias.
Temos de ser uns para os outros.
Não tenho vida para isto.
Estava bem era a dormir.
Coitadinho.
Coitadinha.
Só sabes achincalhar.
Comigo é que eles iam ver como era.
Eu queria era ver-te a trabalhar no campo, à chuva e ao sol.
Estas coisas revoltam-me cá de uma maneira.
A mim não me fazem outra destas.
Tomara muitas terem alguém assim.
Tomara muitos terem alguém assim.
Eu não ando nada bem.
Dizem que foi de repente.
É assim que elas acontecem.
Anda aí uma doença.
Há azar?
O meu médico diz que isto não é nada.
Já não estou em condições de ir a lado nenhum.
Show more