Fora de série

Querem ver que isto é a sério?
Eu nem vou dizer nada.
Cala-te, boca.
Essa é que é essa.
Tu da fama já não te livras.
No meu tempo havia respeito.
Só tenho arrelias.
Eu queria era ver-te a trabalhar no campo, à chuva e ao sol.
Tomara muitas terem alguém assim.
Tomara muitos terem alguém assim.
Há azar?
Eu estava primeiro.
Com este tempo nem sei o que vestir.
Já cá faltava.
Até parece que foi ontem.
Se uma pessoa fosse ligar ao que eles dizem...
Com essa é que me apanhaste.
Quem dera a muitos serem assim.
Não te fazia aqui.
Lá está.
Este ano o calor veio mais cedo.
Com isso não se preocupam eles.
A culpa é do Governo.
Vê-se que percebes mesmo disso.
Eles não dão nada a ninguém.
Já não se pode andar na rua.
Isto parece a gozar mas não é.
Só neste país.
É por isso que eu sou a pessoa que sou hoje.
Não tenho problema nenhum em dizer isto.
Nem para eles são bons...
Hás-de cá vir e eu não hei-de cá estar.
Eles ontem deram chuva.
Deves pensar que és dono da verdade.
No fundo, sou um artista.
No fundo, sou uma artista.
Não é por mim que me queixo.
Estão ali umas pessoas.
Eles agora pensam em tudo.
Isso é lá com eles.
Não te esqueças de lhe dizer.
Não faltava mais nada.
Não penses mais nisso.
Vêm aí os outros todos.
Há por aí muito boa gente a fazer pior figura.
Tenho para mim que sim.
Isso é tudo invejas.
Ainda estou de boca aberta com estas notícias.
Show more